Passam por mim, sinto-lhes os passos...no ar a suas respirações e nem por isso uma palavra. Mas existem, são os outros. São gentes...gentes que cruzam o meu caminho e em mim deixaram o seu rasto.
Partes de mim, silêncios meus e até sombras de uma vida...

Um lugar, várias histórias e uma imensidão de palavras constituem a verdadeira essência das"Gentes" da minha terra.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Uma música, uma viagem...



"Não olhes para trás, segue simplesmente o teu caminho. No passado ficam as histórias, as recordações, as frustrações e os momentos menos bons, contigo segue apenas o importante...Não voltes a olhar, deixa-te partir sem ressentimento e agradece apenas por teres a oportunidade de seres feliz! Podes até achar que não é sensato nem certo embarcar nesta aventura, mas arrisca porque chegou a tua vez!"

Palavras minhas, vontades vossas e em cada linha um desejo escondido!

Até breve!

3 comentários:

o mesmo de sempre. disse...

excelente

Lyla disse...

Obrigado :D

Flor disse...

No presente estão, marcas invisíveis do professor/aluno chamado passado. Mas é aqui, agora, neste estado continuo, que sentimos beijos envolvidos, cheiros de ti transportados, armazenados na doce memória. No chão, temos as loiças rachadas, os panos descosidos,a dor sem lágrima. Mas nos sonhos, temos o encaminhar do que desejamos, o levitar com um simples sorriso, o envolver de lençóis despidos, sem nada, mas com tudo, o que os move, o que os faz ficar, abundante, de tanto por tão pouco tempo, revitalizante, de uma cura, sem remédio, senão o Amor. Por isso, "embarco" em alto mar, com medos antigos, com ante cedentes perdidos, mas numa outra forma, faço delas um realejo, um complemento, de tudo o que aprendo, e nao renego, de tudo o que sofri, sem já, um forte apego, pois nelas vivi, aprendi, e hoje as recordo, como uma Lição.